Notícias


Calendário nacional de vacinação vai contar com novos imunobiológicos National Vaccination Calendar will count with new im

13/06/2013

CTAI

A inclusão das vacinas contra varicela, em setembro de 2013, e hepatite A, em janeiro de 2014, no calendário de rotina de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS), foi confirmada na última reunião do Comitê Técnico Assessor em Imunizações (CTAI), realizada no mês de maio,em Brasília. Oencontro, que ocorre duas vezes ao ano, serviu para debater aspectos relevantes em imunizações, tanto sobre as vacinas, quanto sobre o programa de vacinação. “Foram debatidas propostas de projetos científicos que podem subsidiar condutas em relação à vacinação”, antecipa Dra. Marta Heloísa Lopes, professora associada do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e representante da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT) no Comitê Técnico Assessor em Imunizações (CTAI) do Ministério da Saúde (MS), ao explicar que os pontos abordados na reunião são repassados ao Ministério da Saúde (MS), que delibera sobre os assuntos discutidos.

Dra. Marta Heloísa explica que todas as vacinas que fazem parte do calendário de vacinação são alvo de discussão antes de serem incorporadas. “São levados em consideração: dados de incidência e de prevalência da doença para qual a vacina protege; dados de eficácia e de segurança do produto vacinal; avaliação de custos da introdução e manutenção do produto vacinal na rotina de imunização”, esclarece. Mas a especialista da atenta que é preciso sempre levar em conta a capacidade do sistema de comportar a introdução de mais um produto.

A representante da SBMT no encontro, pontua os temas debatidos: movimentos antivacinas; eventos adversos das vacinas de rotavírus e de febre amarela; esquema de vacinação antimeningocócica C conjugada; impacto no Brasil da introdução da vacinação antipneumocócica, com vacina conjugada 10 Valente; e a efetividade da vacina de Influenza.

Ao anunciar que a próxima reunião marcada para 18/09/2013 fará parte do evento comemorativo dos 40 anos do Programa Nacional de Imunização (PNI), Dra. Marta Heloísa lembra que o Brasil produz uma boa gama de vacinas e, atesta que o País tem condição de integrar o mercado mundial de imunobiológicos. “Os laboratórios produtores (Butantan e Biomanguinhos) já têm condição de entrar no mercado mundial. Mas o mais importante, atualmente, em minha opinião, é garantir o abastecimento do mercado interno, que é imenso”, avalia

Dra. Marta Heloísa enumera ainda o Instituto Butantan,em São Pauloe o Instituto Biomanguinhos / FIOCRUZ, no Rio de Janeiro, produzem vacinas como: hepatite B, difteria, coqueluche, tétano, Hamophilus influenzae b (Hib), febre amarela e influenza. A especialista cita também o TCPAR no Paraná que também produz vacinas, só que de uso animal.

CTAI
Criado em 06/05/1991, o Comitê Técnico Assessor em Imunizações (CTAI) é um comitê assessor do Ministério da Saúde do Brasil em questões sobre vacinação. Fazem parte deste Comitê: representantes de entidades como: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Sociedade Brasileira de Infectologia, Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia, além de pessoas individualmente experts em vacinação de reconhecido saber. A composição é definida pelo MS e publicada no Diário Oficial da União (DOU).

CTAI

The inclusion of vaccines against varicella in September 2013, and Hepatitis A in January 2014 in the Unified Health System (UHS) routine vaccination calendar, was confirmed on the last meeting from the Immunization Advising Committee, last May, in Brasilia. The meeting that happens twice a year served to debate relevant aspects in immunization, both for vaccines as for vaccination programs. “Debates on scientific projects proposals that can finance conducts regarding vaccinations”, advances Dr. Marta Heloísa Lopes, associate professor from the Department of Parasitic and Infectious Diseases from the School of Medicine of the University of São Paulo (USP) and representative of the BSTM in the Technical Advising Committee in Immunizations of the Health Ministry (HM), while explaining that the meeting’s discussions are forwarded to the Health Ministry, that deliberates on the discussed subjects.

Dr. Marta Heloísa explains that all vaccines from the vaccination calendar are target of discussion before they are included. “We consider: incidence data and prevalence of the disease the vaccine protects against; efficacy data and safety of the vaccine; vaccine introduction and maintenance in the immunization routine costs” she clears. But the specialist reminds that the capacity of the system must always be taken in consideration before introducing a new product.

The BSTM representative in the meeting, points the debated themes: anti-vaccines movements; adverse reactions to rotavirus and yellow fever vaccines; anti-menincococcus C combined vaccination diagram; the impact in Brazil for introducing anti-pneumococcus vaccine, with the 10 Valente combined vaccine; and the effectiveness of the Influenza vaccine.

While announcing that the next meeting scheduled for 09/18/13 will be part of a commemorative event for the National Immunization Program’s 40th birthday. Dr. Marta Heloísa remembered that brazil produces a large gamma of vaccines and assures the Country has conditions to join the international market of immunobiologicals. “The manufacturing laboratories (Butantan and Biomanguinhos) have conditions to join the world market. But most importantly , actually, in my opinion, is to assure the supply of vaccines in the local market, which is huge” evaluates.

Dr. Marta Heloísa still said that the Butantan Institute in Sao Paulo and the Biomanguinhos Institute / FIOCRUZ, in Rio de Janeiro, produces vaccines such as: Hepatitis B, diphtheria, whooping cough, tetanus, Hamophilus influenza b (Hib), yellow fever and influenza. The specialist quotes the TCPAR, in Parana, which also produces vaccines, except these for veterinary use.

TACI

Created in 05/06/1991, the Technical Advising Committee in immunizations (TACI) is an advising committee for the Brazilian Health Ministry in matters such as vaccination. Some members of this committee are: representatives from entities such as Brazilian Society of Tropical Medicine, Brazilian Society of Infectology, Brazilian Society of Pediatrics, Brazilian Society of Gynecology and Obstetrics, besides individual experts in vaccination of notorious knowledge. The composition is defined by the HM and published in the Unions Offical Journal.