Notícias


Prêmio Jovem Pesquisador 2015: Estudo propõe substituição dos testes diagnósticos em uso no Brasil para leishmaniose visceral humana 2015 Young Researcher Award: Study suggests replacing current human VL diagnostic tests

Teste rápido IT LEISH®, teste de aglutinação direta e a reação em cadeia da polimerase podem apresentar melhor custo-efetividadeIT LEISH® rapid test, direct agglutination and polymerase chain reaction tests may have better cost-effectiveness

14/08/2015

banner-04_destaque

Dados do trabalho serviram para sugerir a adoção de processos e métodos ao Programa Nacional e Controle das Leishmanioses do Ministério da Saúde

Tão importante quanto o tratamento adequado dos casos de leishmaniose visceral é o correto e rápido diagnóstico da doença. Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda que este seja realizado com base em resultados de um dos seguintes exames: exame direto ou cultura de aspirado de medula óssea, reação de imunofluorescência indireta (RIFI) ou teste rápido anti-rK39, sendo no Brasil disponibilizado o teste rápido Kala-Azar detect®. Porém, é possível que outras metodologias já validadas no País – tais como o teste rápido IT LEISH®, o teste de aglutinação direta (DAT-LPC) e a reação em cadeia da polimerase (PCR) – apresentem melhor custo-efetividade quando comparadas às alternativas em uso.

O tema foi tratado em uma pesquisa conduzida pela pós-doutora em Saúde Coletiva, Tália Machado de Assis, e obteve o segundo lugar no Prêmio Jovem Pesquisador 2015. “A ideia surgiu em um momento de tomada de decisão do Ministério da Saúde, onde se discutia a incorporação de um teste rápido ao algoritmo diagnóstico da leishmaniose visceral humana no Brasil”, explica a doutora Tália.

Os seguintes testes diagnósticos foram incluídos na análise de custo-efetividade realizada: testes rápidos IT LEISH® e Kala-Azar detect®; DAT-LPC; RIFI; PCR e exame direto em aspirado de medula óssea realizado em ambulatório e hospital.

“As substituições do DAT-LPC pela RIFI, do teste rápido IT LEISH® pelo Kala-Azar detect® e da PCR pelo aspirado de medula óssea realizado em hospital são medidas de saúde pública custo-efetivas e podem contribuir para uma alocação mais eficiente dos recursos que já são escassos”, justifica Tália.

Segundo a pesquisadora, os dados do trabalho serviram para sugerir a adoção de processos e métodos ao Programa Nacional e Controle das Leishmanioses do Ministério da Saúde.

O trabalho está sendo desenvolvido desde o ano passado no Centro de Pesquisas René Rachou, Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o Instituto de Avaliação de Tecnologias em Saúde e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. A previsão é que o estudo, que envolve além de Tália, mais sete pesquisadores, seja concluído em 2017.

O projeto é financiando pelo CNPq e foi reconhecido entre os primeiros colocados do Prêmio Jovem Pesquisador durante o 51º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MedTrop 2015), realizado entre os dias 14 e 17 de junho, em Fortaleza, no Ceará.

banner-04_destaque

Data from the paper was basis to suggest the use of processes and methods for the National Program of Leishmaniasis Control from the Health Ministry

The adequate treatment of visceral leishmaniasis cases is just as important as the correct and fast diagnosis of the disease. Currently, the Health Ministry recommends this test is based on results of one of the following exams: direct exam or culture of bone marrow aspiration, indirect immunofluorescence (RIFI) or anti-rK39 rapid test, available in Brazil as the Kala-Azar detect® rapid test. However, it is possible that alternate technologies, already validated in the Country – such as IT LEISH®, the direct agglutination test (DAT-LPC) and the polymerase chain reaction (PCR) – present a better cost-effectiveness if compared to the alternatives in use.

The matter was approached in a research by the post-PhD in Collective Health, Talia Machado de Assis and reached second place in the 2015 Young Researcher Award. The idea came up in a moment the Health Ministry has to take position, where the incorporation of a rapid test to the algorithm of human visceral leishmaniasis diagnostic was being discussed.

The following diagnostic tests were analyzed for cost-effectiveness: IT LEISH® rapid tests and Kala-Azar detect®; DAT-LPC; RIFI; PCR and direct exam of bone marrow aspiration in ambulatories and hospitals.

Replacing the DAT-LPC with RIFI, IT LEISH® with Kala-Azar detect® and PCR with bone marrow aspiration in hospital environment are cost-effective public health measures which may contribute for a more efficient use of the already scarce resources, justified Tália.

According to the researcher, the data from the paper was basis to suggest the processes and methods to the National Program of Leishmaniasis Control from the Health Ministry.

The work is being developed since last year at the René Rachou Research Center from the Oswaldo Cruz Foundation in partnership with the Rio Grande do Sul Federal University, the Health Technologies Evaluation Institute and the Rio de Janeiro Federal University. The expectations are that the study, which involves besides Tália, another seven researchers, to finish in 2017.

The project is funded by the CNPq and was acknowledged as one of the leaders of the Young Researcher Award during the 51st Congress of the Brazilian Society of Tropical Medicine (2015 MEDTROP), which took place from June 14 to 17 in Fortaleza, Ceara.